segunda-feira, junho 28, 2004

E agORa ? VAi faZeR o QuE ?

Sigo no meu caminho trazendo mais dúvidas do que a certeza. A dúvida sim. Porque é o combustível da alma do ser humano, que sempre tentará chegar na fonte do conhecimento, e as dúvidas são a única estrada possível pra se chegar nesse fim. Não quero e nem trago aquela dúvida opressora, cruel. Desnecessária. É a dúvida pura, bela e simples, daquelas que trazem a reflexão e o “achismo” de que a vida é perfeita e o paraíso é logo ali. Trago essas dúvidas e incuto ela no coração de quem quer me ouvir. E ultimamente tenho deixado muita gente confusa. Perdidos nessa confusão doce e curiosa de querer saber logo o porque dessa incerteza que chega na alma como um comichão. A dúvida doce da amizade, a dúvida alegre do amor, a dúvida da curiosidade e da exatidão. Não a dúvida do “por que tem que ser assim?”, e sim a dúvida do “ai, será agora a minha vez?”.