quinta-feira, maio 05, 2005

...

É o que há de novo, é que tenho de novidade para o mundo...

Não tenho nada pra mostrar nem demonstrar, não tenho nenhum dom, e prefiro ser assim, simples como as coisas devem ser.

Eu quero, eu quero e acabou... Começou...

Correr atrás do que é meu, se eu ficar aqui observando a beleza das estrelas vou descobrir que quero apenas observa-las...

Não há o que temer, não há porque sofrer...

Já temos o bastante pra ser livres, mas não corremos atrás...

É o que há pra falar é o que há pra ser, não vou mais pensar tanto antes de agir...

Não vou ser impulsivo, mas também não vou deixar de ser...

Não sou eu, nem você... Nem todos nós...

É como se houvessem correntes...
Tenho que criar as minhas para não me segurarem...
Para não me prenderem à coisas que não tem que se prender...

Corre, corre e corre pra alcançar...
Cai, Levanta e corre de novo!
Agora, pula, desvia e corre!
Continuo...