sexta-feira, novembro 30, 2007

Dura feito aço

Não despreze a minha voz rouca
Não me julgue assim
Nem me chame de loucar

Vou viajar pelo mundo num segundo
Pelos becos imundos
E sumir na fumaça
Pra você achar mais graça
Quero sentir sua ameaça
De Pertooooooo

Role os dados
Dê mais passos adiante
Manda que eu faço
Não adianta mais falar de mim