sexta-feira, dezembro 07, 2007

Vermelho

O velho gasta solidão...
Em meio aos pombos na Praça da Sé...
O pôr do Sol invade o chão do apartamento...

Ver que tudo pode retroceder...
Que aquele velho pode ser eu...
No fundo da alma há solidão...
E um frio que suplica um aconchego !!