quinta-feira, fevereiro 14, 2008

Mais um momento

Quando tudo fica em silêncio, quando se sente que o tempo parou.
É ai que vem o vendaval, pra transtornar o que já estava adormecido a muito.
Quando o tempo parou eu parei também, só para olhar ao redor e reparar o que realmente estava vendo.
Afunilando-se, assim as pessoas vão achando que estão em busca da felicidade, mentindo sempre pra si próprio. Levando-se a um mar revolto cheio de perigos reais.
Se tivesse luz, não roubaria a minha. Não me faria me sentir assim vazio, quase nada. Importância apenas pelos interesses do próprio égo-coração, e não por uma pessoa, uma vida.
Pois assim sei e digo sempre o que é meu ta me esperando, só preciso encontrar. Cansado, agora muitos calos na alma, sem necessidade.
Só queria aquela tipo macarrão instantâneo, rápido. Assim queria que fosse a felicidade, mesmo acabando rápido. Vale mesmo a emoção.

Vai menina dance a pista é pra dançar;
Ande logo tire a tristeza do olhar;
Deixe a música suave levar seus pés onde queira;
Não procure o que não existe;
A vida já é tão triste;

Vai menina corre pelo verde;
Quebre os nós dos seus cabelos;
Fique loca, recupere-se e jogue ao mar tudo que não quer;
Sem avisar tudo vai voltar;