quinta-feira, agosto 21, 2008

Coordenadas

Caramujo
Sapiente
Estridente
Como o Sol
O trovão
Algo caiu no chão
São palavras que soam
Suor degradado
Em trovas
Desconfiguradas
Intransponível
Rios que viraram lagos
Seca que dói
No bucho dos calangos
Voa o carcará
Bem no alto uma pedra alcança
A queda
Mas ainda há os que aproveitarão