domingo, dezembro 10, 2006

Dificil!

Parar, dificil parar.... Ceder o que é? Meus dedos escorregam sobre esse teclado, palavras de revelação. Porra! Depois de tudo "rumei um rumo" O meu próprio... Sensatez é uma palavra longe de nós que queremos ela.

"E só me vem quando não há certeza
Me desconjuros pra apagar a beleza
Da incertidumbre das mesmas mãos que as suas"

" Me atinge da melhor maneira, como Canhamo ou cachaça certeira"
E tem mais!

" Você sorri movendo quase nada
E antecipa a velha longa estrada
E os teus galhos vão me arborizando nu"

"Ainda teimo que não sou pra isso
Mas seus olhos gostam de correr o risco
E quero estar só, comigo"








Fato, Fato e nada é fato!