sexta-feira, outubro 26, 2007

Relax! Totalidade! Fatalidade!

To andando, acelero o passo. Es meu compasso.

O que posso dizer, é que seja!

Seja total, integral ou desnatado. Desnaturado.

Pontes fazem as ligações de um lado a outro, e eu faço a ponte das minhas idéais ao lado real.

Só pra relembrar que o mundo não parou de girar, pode até estar perto de acabar, mas não de parar.