segunda-feira, novembro 26, 2007

Olheiras e Olhares

Peço licensa, estou passando...
Tem uma multidão aqui, dentro de mim. Conceitos desfeitos.
Existe um acaso nessa solitude, uma maré mansa.
Um peixe que voa, uma ave que não aprendeu a voar.
Um paradoxo universal de problemas vocacionais, um anjo com preguiça.
Nós em um imenso mar seco de possibilidades, com pouco tempo pra decisões!

Então vai, me diz qual vai ser. Quantos planos devo fazer para me manter.
E o agora o que eu faço com o presente? Ninguém diz, faça o amanhã melhor!!! Ah! Não!!!
Eu quero hoje pois é sempre hoje!!! Nunca mais viverei esse instatante passado.
Tenho um cavalo branco e um castelo bem guardado aqui dentro! Tenho um lugar mágico, onde existem cavaleiros que lutam pelos fracos!
Agora da licensa que vou voltar para dentro de mim!