terça-feira, fevereiro 26, 2008

O que há?

O que há com essas pessoas?
O que fizeram para deixarem
de acreditar que a vida ainda é boa?
O que há com essas pessoas?

O que há com essas pessoas?
Que vivem do vicio da esperança
E não escutam o que os ventos soam
O que há com essas pessoas?

Do outro lado eu vejo
Alguém guardando dinheiro
Alguém que planeja viver depois
Alguém que o presente é só um detalhe

Quando tiver pouco tempo
Verá, sentirá que se foi
Que o tempo se foi,
como aquele vento

Aqueles detalhes eram momentos
Para se viver, para aprender
Para que o futuro chegasse suave ,
a passos leves, sem você perceber

Não quero lhes roubar a esperança
Não dance apenas uma música
Varie, tropece no duvidoso
E sim recomece com esperança